🇦🇷 7️⃣ A Redenção de Messi

PATROCINADO POR

🇦🇷 7️⃣ A Redenção de Messi

⚽️🏃 O jogador, o homem, a fera. Messi tem muitos adjetivos na sua carreira. Hoje, ganhou mais um: o salvador da pátria. 

🙌 benção. 

Os argentinos esperavam dos céus uma ajuda para livrar a albiceleste da precoce. Ontem fez dois anos da morte de Maradona. Certamente, D10s deu uma mãozinha.


Messi, enfim, salva a Argentina

📸 Leo Messi/Instagram

No futebol, sempre há aquele mantra: se não dá na técnica, vai na raça. Assim foi a Argentina, que seguiu no drama, no tango, no fio da navalha, como historicamente segue no planeta bola. Se não der na técnica ou na tática, vai de Messi e seja o que D10S quiser. 

A Argentina jogou contra o México com a obrigação de não perder. Caso contrário, a passagem de volta já estaria comprada após a fase de grupos. 

O jogo se tornava desesperador, porque na primeira rodada o time de Scaloni e companhia decepcionou bastante na estreia, sendo derrotada de virada pela surpreendente Arábia Saudita, com um futebol ousado e ofensivo, o que pouco se esperava de um time do oriente médio frente a um gigante do futebol.

O resultado arranhara ainda a grande invencibilidade que o time sul-americano detinha de 36 partidas em 3 anos.


Primeiro tempo apertado e travado

A Argentina começou com mudanças em relação à última partida. 

Saíram Molina, Cristian Romero e Tagliafico na defesa para a entrada de Lizandro Martínez,  Acuña e Montiel. No meio-campo, Papu Gomez e Leandro Paredes deram lugar a Rodriguez e Mac Allisster. Na frente, a dupla Messi e Lautaro Martínez continuava. Um 4-4-2 básico, sem sair muito das características do time. 

O México, de Tata Martino, por sua vez, apostava na retranca e no contra-ataque, num 5-3-2. A aposta num empate não era de todo ruim, já que enfrentam na última rodada a Arábia Saudita e com o resultado, os Mexicanos dependeriam apenas de si para se classificarem com uma vitória simples.

O clima do jogo já era emocionante. As duas torcidas cantavam pulsantemente os hinos. Fazia tempo que o México não ganhava dos hermanos, 18 anos em 10 jogos e foi com essa fome de quebrar a escrita que foram os mexicanos nos primeiros 15 minutos

No entanto, o jogo era muito travado. A maior parte dos lances de perigo surgiram em bola parada cruzadas na área, tanto que a seleção mexicana só causou suspense em boa cobrança de falta perto da meia-lua. Vega, o camisa 10 bateu bem, melhor ainda foi o goleiro argentino Emiliano Martínez encaixando a bola como um filho recém-nascido.

Gol de Messi e desafogo argentino

O segundo tempo começou e tudo estava como antes.

O México abraçando o empate de forma visceral. Tão forte que fez falta perigosa para Messi cobrar. Diferentemente de Vega, a bola foi pra fora. A Argentina foi pra cima, explorando as pontas, com Di Maria, que assim como Ochoa, o arqueiro mexicano, encarna o diabo quando veste a albiceleste. 

Foi dos pés do endiabrado camisa 11 que saiu o primeiro gol. Na ponta direita ao deixar a defesa mexicana exposta pelo meio, viu Messi mais livre, que ao receber a bola, a dominou e chutou logo em seguida, no canto direito, rasteiro, sem chance para Ochoa executar algum milagre. 1 a 0 Argentina

A torcida foi à loucura; a comissão, às lágrimas. Pablo Aimar chorou copiosamente durante a comemoração efusiva do gol do camisa 10. Emoções à flor da pele e o recomeço, com uma argentina mais leve, solta. 

A meninada, assim como a do Brasil, carregava o time nas costas e mais uma vez decidiuEnzo Fernandez, de 21 anos, ao receber de Messi, em jogada curta de escanteio, encarou a defesa e meter um golaço de direita, no ângulo, dando números finais aos 86 minutos. 2 a 0 Argentina, que dependerá somente dela para se classificar.


Vitória da Polônia, Equador surpreendente e Mbappé imparável

Os três destaques da Copa de quinta até aqui foram certamente estes três. Lewandowski, Enner Valência e Mbappé.

Quem não faz, Lewa

📸 B/R Football/Twitter

Já diria o velho Muricy, a bola pune. Dito e feito. A seleção árabe foi destemida contra a Polônia. Criou inúmeras chances. O placar? 2 a 0 para a seleção de Lewa e companhia.

Apesar disso, os Árabes não tiveram medo e foram pra cima. Kanno, que não é o argentino do Fluminense, aos 12 minutos fez o goleiro Szczesny executar o primeiro milagre do jogo

Os contra-ataques e as bolas paradas eram as armadilhas polonesas.  O primeiro gol nasceu de um lance rápido de transição da defesa para o ataque. Lewa assistiu Zielinski que abriu o placar

Aos 42, o jogador árabe é derrubado. VAR chama Wilton Pereira Sampaio para o monitor, que volta confirmando o pênalti. Os árabes perderam a chance do empate numa defesa dupla de Szczesny, que se tornou o nome do jogo

No segundo tempo, a toada foi a mesma, os árabes pra cima e a Polônia jogando no erro. A estratégia foi assertiva. Aos 81, em bobeada da zaga, Lewa ficou “de frente pro crime” e fuzilou. 

Foi o primeiro gol do camisa nove em Copas do Mundo. Lewa foi aos prantos na comemoração, uma das cenas mais memoráveis da competição até aqui. Agora, o atacante se iguala à Pelé ao fazer 77 gols em jogos oficiais entre seleções. Histórico!

Equador, a surpresa da copa

📸 Enner Valência/Twitter

Olha, essa copa tá servindo para mostrar que os sul-americanos podem sim igualar aos europeus em nível de competitividade. Um exemplo disso foi o surpreendente 1 a 1 entre Holanda e Equador.

Os holandeses começaram melhor na partida. Logo aos 5 minutos, Gakpo fez o gol para a Laranja, no primeiro tempo, em bobeada da zaga equatoriana. Depois disso, só deu equador. Van Dijk e o goleiro holandês pagaram o bicho de todo mundo. O time equatoriano até chegou a marcar com Estupiñan em jogada de escanteio, mas estava em posição irregular.

Mesmo assim, os caras não desistiram. Estupiñan, o melhor em campo, foi pra cima pela esquerda, chutou, Noppert espalmou e Valencia, o artilheiro estava lá para guardar, empatando o jogo, agora, com 3 gols no mundial, 6 na história do Mundial, se igualando a Paolo Rossi e Eusébio. O Equador até teve uma bola na trave, mas foi só. Ainda bem, né Holanda?

O Imparável Mbappé

Não tem jeito. O francês é um touro e ai de quem estiver no seu caminho. Até quando parecia que a garapa iria azedar, o camisa 10 da França está lá como as organizações tabajara, apresentando soluções de cair o queixo.

No jogo difícil entre Dinamarca e França, a seleção de Deschamps foi pra cima. Após perder um caminhão de gols, só no segundo tempo abriu o marcador, justamente com ele, Mbappé, em cruzamento de Theo Hernandez

Só que a Dinamarca, 6 minutos depois em cobrança de escanteio bem cobrada por Eriksen, o zagueiro Christensen marca o gol de empate

A partir daí, o jogo ficou bastante aberto, a França teve duas chances perigosas com Tchouameni e Rabiot e a Dinamarca teve duas chances com Lindström e Braithwhite. Mas, aos 40, Mbappé marcou mais uma vez, agora,  em cruzamento de Griezmann, selando a segunda vitória francesa, que garantiu a primeira vaga para as oitavas de final da Copa.


⚽ jogos da copa

Domingo

📺 Japão x Costa Rica – 07h00 – Globo/Sportv/Globoplay

📺 Bélgica x Marrocos – 10h00 – Globo/Sportv/Globoplay

📺 Croácia x Canadá – 13h00 – Globo/Sportv/Globoplay

📺 Espanha x Alemanha – 16h00 – Globo/Sportv/Globoplay/CaséTV

Segunda

📺 Camarões x Sérvia – 07h00 – Globo/Sportv/Globoplay

📺 Coréia do Sul x Gana – 10h00 – Globo/Sportv/Globoplay

📺 Brasil x Suiça – 13h00 – Globo/Sportv/Globoplay/CaséTV

📺 Portugal x Uruguai – 16h00 – Globo/Sportv/Globoplay


⏱️ acréscimos

💣Buemba Buemba! Vitor Pereira será o novo treinador do Flamengo!

😆Disse o reserva do reserva… Cassano detona futebol de Richarlison: “Horrível, não sabe dominar uma bola”

😱O que o Catar não mostra. Saiba como é a pobreza do multimilionário Catar

😲De mudança… CR7 está na Copa, mas já está arrumando mudança da Inglaterra


🏁 até terça

Não importa se é final ou meio de semana, se é segunda ou domingo, se o campo é de terra batida ou se o gramado da realeza é verde. Aqui no OLÉ FC, respiramos futebol e você está convidadíssimo para saber o que está rolando de mais interessante no planeta bola.

Se gostou deste email, mande para aquele seu parça de pelada que não perde um jogo por nada nesta vida. Ah e sempre que tiver uma sugestão, pode mandar para a gente incluir, tudo bem?

Somos pontuais e chegamos a sua carta de entrada por volta das 11:11 das segundas e sextas. Caso o nosso conteúdo tenha dado aquele famoso drible da vaca, confira na sua caixa de spam e/ou promoções sempre que não nos encontrar na caixa de entrada.


Publicado originalmente em https://br.ole.football em 26 de Novembro, 2022.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Todos os dias, às 11:11 no seu email

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Todos os dias, às 11:11 no seu email

🔵 City está a um passo do octa

Os Citizens nunca haviam vencido o Tottenham no seu novo estádio. Mas tudo tem uma primeira vez, o time de Guardiola venceu e está a um passo do paraíso inglês.

Segundas e quartas,
às 11:11 no seu email

Times Nacionais

Times Internacionais

OLÉ FC