🟢🔴⚪ A Glória Eterna é tricolor: Fluminense campeão da América

PATROCINADO POR

🟢🔴⚪ A Glória Eterna é tricolor: Fluminense campeão da América

O Fluminense vence pela primeira vez a Libertadores da América no mesmo local da final de 15 anos atrás, exorcizando a tristeza e a decepção daquele tempo.

🇮🇹 esperança

Faça como o Fluminense, nem sempre a sua vida vai guardar as melhores surpresas no seu início. Algumas decepções virão, mas quando as vitórias vierem, o gosto da redenção será especial.


🏆 COPA LIBERTADORES

🏆 Quem espera sempre alcança: Fluminense é o campeão da Libertadores da América

📸 CNN Esportes/Reprodução

A final da Libertadores começou com emoção antes da bola rolar para Boca Juniors e Fluminense. As duas equipes ficaram perfiladas na execução dos hinos nacionais. No momento do hino argentino, a torcida xeneize foi a plenos pulmões, ao passo que no momento do hino brasileiro, Felipe Melo se emocionou claramente.

Quando o melão rolou, parecia que o Fluminense estava na Bombonera. A torcida do Boca dominava claramente os cânticos e apoiavam muito o time argentino.

O jogo nos primeiros 10 minutos não teve muitas chances claras, embora, o desenho tático fosse muito claro: Fluminense tomava a mais a iniciativa com a bola, num carrossel a la Diniz e o Boca se contentava com uma pressão média, esperando só um erro da zaga do Flu para partir com velocidade.

A estratégia argentina quase deu certo, mas Cavani desperdiçou aos 14. O Flu encontrava bastante dificuldade para avançar as linhas. Mesmo assim a estratégia dinizista não foi abandonada. Com paciência, o time brasileiro colocava o Boca na roda, que não conseguia encaixar as marcações individuais com facilidade.

Aos poucos os espaços na defesa xeneize apareciam e aos 36, German Cano fez o inevitável L e se tornou o maior artilheiro da história do Fluminense na história da Libertadores ao abrir o placar e definir o primeiro tempo. A partir daí a torcida tricolor cantou a plenos pulmões até o fim dos 45 minutos e dois a mais de acréscimo.


😱 Boca melhora no segundo tempo, mas Diniz tinha carta na manga

📸 CNN Esportes/Reprodução

No segundo tempo, o Boca se soltou mais e foi melhor que a equipe tricolor, que sentiu o lado físico da partida. O time argentino pressionava mais a saída de bola da equipe de Diniz e passou sofrer mais, tendo o goleiro Fábio mais acionado.

Quem era mais perigoso era o lateral Advincula, que havia tentado um chute de fora da grande área pela primeira vez aos 10 minutos.

Porém, aos 26, o lateral-direito se aproveitou que o Fluminense estava momentaneamente com um a menos, já que Samuel Xavier estava sendo atendido fora de campo pelos médicos tricolores, e avançou campo ofensivo. O peruano cavou espaço necessário e chutou de forma precisa, perto da meia-lua e acertou belo chute para empatar.

Com o empate, o Boca ficou mais confiante, assim como a sua torcida que aumentou ainda mais o volume. O momento não era bom para o Fluzão, que havia perdido vitalidade no meio e precisava renovar urgentemente o setor.

Assim, Fernando Diniz fez quatro alterações dos 35 aos 40 minutos: saíram Samuel Xavier, Matheus Martinelli, Ganso e Marcelo (lesionado) para a entrada de Diogo Barbosa, Lima, Guga e John Kennedy. Ainda assim, o Boca teria uma chance clara aos 44, quando Merentiel chutou de fora da grande área.

As alterações começam a surtir efeito para o Fluminense, tanto que no último lance do tempo normal, Diogo Barbosa poderia ter feito o gol do título se não tivesse errado o chute que passou a centímetros da trave de Romero em boa chance tricolor. Com isso, mais 30 minutos de tempo extra estavam à espera do público que aguardava ansioso.


🥅 Kennedy cumpre “profecia” de Diniz e decide a final na prorrogação

📸 CNN Esportes/Reprodução

A prorrogação começou mais pegada com poucas chances de cada lado. Isso é bastante natural, pois com as equipes extenuadas, qualquer erro poderia ser fatal. Porém, na única chance clara que o time da casa teve, o gol aconteceu.

Sorte do Flu, que retomou a posse de bola no campo de defesa e avançou rapidamente com Diogo Barbosa, que tocou para Kennedy de costas para a grande área. A bola retornou para o lateral que tocou por elevação para Keno ajeitar de cabeça para Kennedy na entrada da grande área e marcar o gol do título tricolor aos 12 da prorrogação.

A torcida tricolor foi ao delírio no Maracanã e o seu atacante foi aos braços do torcedor comemorar o grande feito. Porém, Wilmar Roldan, querendo aparecer mais do que os protagonistas do jogo, foi protocolar ao extremo, ignorando qualquer tipo de bom senso para expulsar o autor do segundo gol tricolor com o segundo cartão amarelo.

Isso, porque não é permitido que se comemore o gol na arquibancada, a punição é passível de amarelo. Porém, como o atacante havia cometido falta anteriormente aos 44 minutos do segundo tempo, a expulsão — ridícula — foi executada.

Apesar disso, o Fluminense não teve muito o que lamentar. Mais adiante, o Boca teria um jogador expulso, 15 minutos do tempo extra. Em grande confusão na grande área, quando todos do Boca estavam pedindo pênalti para o time argentino por toque de mão de Guga na pequena área, Fabra agrediu Nino e levou vermelho direto após verificação do VAR.

No segundo tempo, em 10 contra 10, o Flu optou por defender com afinco a grande área. Muitos cruzamentos foram feitos, mas de forma ineficiente. A equipe tricolor teria ainda uma chance de ouro para ampliar o placar com Guga num contra-ataque mortal, mas a bola caprichosamente bateu na trave.

Por fim, confirmando a profecia de Diniz, que disse a Keneddy que marcaria o gol antes de entrar na partida, o Fluminense exorcizava de vez o fantasma da LDU de 15 anos atrás e vence a Copa Libertadores pela primeira vez na história. Consequentemente, os tricolores se tornam a 11ª equipe brasileira a conquistar o torneio, se classificando para o Mundial de 2023 e para o novo modelo dele, de 2025, junto com os campeões das últimas duas Libertadores, Palmeiras e Flamengo.


🇧🇷 CAMPEONATO BRASILEIRO

🇧🇷 Vitórias de RB Bragantino e Palmeiras deixam a liderança do Botafogo em risco

Pelo Brasileirão, a reta final está cada vez mais emocionante, seja na parte de cima da tabela, seja na parte de baixo. Na disputa pelo título deste ano, o Botafogo, líder do campeonato, que se cuide hoje contra o Vasco, em São Januário, às 19h.

Isso porque mesmo com um jogo a menos, a equipe de General Severiano nunca se viu tão ameaçada na liderança quanto neste momento. Se no primeiro turno a vantagem que o Glorioso conseguiu foi de 12 pontos no melhor 1º turno feito por uma equipe no Brasileirão, agora a equipe carioca só supera o Palmeiras no número de vitórias, já que ambas estão com 59 pontos.

Os palmeirenses, aliás, chegaram à sua quinta vitória consecutiva ao derrotarem o Athletico Parananese, em Barueri, por 1 a 0, com gol do garoto Endrick, que vem sendo decisivo nos momentos importantes da temporada. Além do alviverde, o Red Bull Bragantino, que tem um jogo a menos — além do confronto direto contra o Fogão — jogou contra o Corinthians e venceu por 1 a 0 em casa e está a um ponto da liderança.

Por fim, na luta contra o rebaixamento, o Goiás deu um breve respiro ao derrotar o Coritiba por 1 a 0 e chegar aos 35 pontos. Já o Cruzeiro se complicou contra o Internacional ao perder pela segunda rodada consecutiva. A Raposa, mesmo tendo um jogo a menos, se complicou na luta pela permanência na Série A, pois está com 37 pontos, na porta da zona do rebaixamento e caso o Vasco vença o líder hoje, os mineiros entrarão na zona.


🌍 NA LATERAL

🌍 Kane marca Hat-Trick no clássico da Alemanha e Newcastle vence Arsenal na Premier

📸 CNN Esportes/Reprodução

Enquanto isso no europeuzão, os campeonatos vêm tendo inícios bastante surpreendentes até aqui.

Pelo campeonato alemão, no último sábado, o Borussia recebeu o rival Bayern de Munique, que não tomou conhecimento do adversário, mesmo estando como visitante. Nele, foi a estreia de Kane no Derby e foi a estrela da partida com três gols marcados na goleada impressionante por 4 a 0. O outro gol foi marcado pelo francês Upamecano.

Apesar disso, diferentemente dos outros anos, o Bayern está apenas com 26 pontos, na segunda posição, atrás do Bayer Leverkusen, muito bem treinado pelo ex-meia Xabi Alonso. O trabalho do treinador espanhol tem chamado a atenção na Europa e logo logo estará em algum gigante europeu.

Pela Premier League, outro grande jogo da rodada foi entre Newcastle e Arsenal. Dentro do St. James Park, em casa, com o gol solitário de Anthony Gordon, os alvinegros venceram o time de Mikel Arteta e ocupam a sexta posição na tabela.

O resultado deixou o Arsenal na quarta posição, o qual perdeu a invencibilidade na Premier League neste início de temporada: sete vitórias, três empates e uma derrota em 11 jogos. Na briga pela liderança, o Manchester City goleou por 6 a 1 o Bournemouth, com boa partida de Doku. Mas, caso o Tottenham vença hoje o Chelsea, às 17h, o clube londrino retomará a primeira posição na tabela.


⚽️ jogos da rodada

Hoje

📺 Tottenham x Chelsea – 17h – Premier League – Star+Brasil

📺 Vasco x Botafogo – 19h – Brasileirão – Premiere

📺 Santos x Cuiabá – 21h- Brasileirão – Premiere

Amanhã

📺 Dortmund x Newcastle – 14h45 – UCL – HBO Max

📺 Milan x PSG – 17h – UCL – HBO Max, TNT e SBT


⏱ acréscimos

Como dizem os antigos, “o jogo só acaba quando termina”, ou como dizem os mais novos, “é até empatar”. Veja o que perdeu no mundo do futebol até o juiz apitar o fim do jogo.

⭐ Estava escrito nas estrelas. Em áudio antes do título do Fluminense, John Kennedy fez profecia: “Gol da final é meu, vou virar ídolo”.

📌 Alfinetou. Rodrigo Caio celebra marca pelo Flamengo e desabafa sobre Sampaoli: “Não recebi oportunidades”.

🧾 Novas caras. Convocados da Seleção: veja a terceira lista de Fernando Diniz.

🆚 Dinizismo contra Guardiolismo. Guardiola diz que não viu final da Libertadores, mas põe Mundial como um sonho.


Pra não ficar só no futebol, confira o que está rolando no mundo dos esportes:

🏀 ARENA BASKETBALL — Se atualize sobre o melhor da NBA e NBB, com aquela zueira que não pode faltar. Chama o seu amigo para fazer aquele x1.

🏎️ GRID F1 — Bastidores, fofocas, tretas e todo o pré e pós-corrida da temporada do campeonato mais maluco do automobilismo mundial. Se não houver bandeira vermelha, toda quinta no seu email.

🏍️ GRID MOTOGP — A loucura em forma de campeonato. As corridas podem até ser curtas, mas são tão emocionantes que é proibido piscar o olho. Se você descumprir, toda quinta você terá o resumo direto na sua caixa de e-mail.

🥊 OFF THE MAT — Treinou muito e não sabe o que está rolando no universo das Artes Marciais? Venha com a gente e tenha o universo do MMA na sua mão a cada segunda-feira.


🏁 até quarta

Não importa se é final ou meio de semana, se é segunda ou domingo, se o campo é de terra batida ou se o gramado da realeza é verde. Aqui no OLÉ FC, respiramos futebol e você está convidadíssimo para saber o que está rolando de mais interessante no planeta bola.

Se gostou deste email, mande para aquele seu parça de pelada que não perde um jogo por nada nesta vida. Ah e sempre que tiver uma sugestão, pode mandar para a gente incluir, tudo bem?

Somos pontuais e chegamos a sua carta de entrada por volta das 11:11 das segundas, quartas e sextas. Caso o nosso conteúdo tenha dado aquele famoso drible da vaca, confira na sua caixa de spam e/ou promoções sempre que não nos encontrar na caixa de entrada.


Publicado originalmente em https://br.ole.football em 06 de novembro de 2023

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Todos os dias, às 11:11 no seu email

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Todos os dias, às 11:11 no seu email

🪦 Real Madrid: o ceifador de campeões

O Real Madrid vai para a terceira semifinal seguida e mantém a sina de eliminar campeões da Liga dos Campeões desde 1998. Bayern está classificado e teve muitos jogos do Brasileirão

Segundas e quartas,
às 11:11 no seu email

Times Nacionais

Times Internacionais

OLÉ FC